COMO ANDAM AS NOSSAS PRIORIDADES?

 


            Quando resolvi me tornar “blogueiro” fui movido pelo único sentimento de fala acerca de coisas que vejo no cotidiano, questionamentos, muitos dos quais, não possuo respostas para explicá-los.
Escrever um post para mim, é olhar o cotidiano, enxergar para onde caminha a nossa espiritualidade, e, indagar simplesmente acerca de coisas que algumas vezes terei respostas, mas, que outras nem sempre as terei. Mas, me tranqüilizo diante do fato que não estou aqui para prover respostas, e, sim para indagar a respeito da forma que nós cristãos temos vivenciado o Evangelho do Senhor.
Ultimamente tenho me perguntando muito, a respeito das prioridades estabelecidas pelos cristãos desta geração.
E quanto pensamos em prioridade, lembramos logo, da passagem de Mateus 6:33, “buscai em primeiro lugar o Reino de Deus....e as demais coisas vos serão acrescentadas”. Contudo, interpretamos muito mal esta passagem.
Alguns irmãos, diante da passagem, asseveram que a única tarefa e dever do cristão é buscar o Reino de Deus em detrimento das demais coisas da vida cotidiana. Em nenhum momento a passagem ensina tal coisa, pois. na verdade, está sendo ensinado ali, a necessidade  de estabelecermos uma gradação de prioridades.
Ou seja, aprendemos que devemos colocar no topo de nossas prioridades, em primeiro lugar, o Reino de Deus e sua justiça, e depois podemos estabelecer a partir do segundo lugar, as demais prioridades: Vida profissional, casamento, estudos, amigos, ministério, família, etc., ressaltando, que quando  estamos antenados com o Reino e sua Justiça, a priorização das demais coisas também seguirá um padrão bíblico.
Pergunto-me, hoje, quantos cristãos em seus projetos de vida, colocam as coisas do Senhor como uma prioridade de destaque em suas vidas,  muitos de seus projetos são para  si   mesmo, ou seja, para o seu reino segundo a sua justiça, e muito poucos projetos de vida para o Senhor.
Queremos ser bons profissionais, enriquecer, prosperar, namorar, casar, não que haja alguma coisa negativa em tais desejos, contudo, a grande questão, é que eles são prioritários, enquanto planos e projetos para Deus começam, quando começam, a partir do segundo lugar.
O uso do Dia do Senhor é uma prova cabal desta realidade, no domingo é muito comum ouvirmos as desculpas esfarrapadas, não pude vir pois tinha algo importante para resolver, ou seja, adorar e obedecer a Deus se tornou menos importante do que: a praia, a prova, a visita, o futebol, o passeio etc.
Sejamos sinceros, quantas pessoas você conhece que têm como projetos prioritários de vida: amar mais a Deus, ser mais santo, aperfeiçoar-se nas Escrituras Sagradas, ir mais a igreja, orar mais e coisa do gênero, atreladas ao Reino de Deus e sua Justiça.
 Infelizmente acho que nem dá para contar nos dedos, não por falta de dedos, mas sim pela escassez de tais pessoas, rogo a Deus, diante do quadro: Senhor tenha misericórdia da Igreja da nossa geração, por suas prioridades egoístas e desconectadas do teu Reino e da tua  justiça. .

Pr.  Jonas Silva


  

4 comentários:

 
Caminhando em Santidade © 2010 | Design adaptado por Kênia Siqueira | Todos os direitos reservados.